Compartilhe isso:
Tempo de leitura: 2 Minutos

Por G1, em g1.globo.com

Quando começou a perder cabelo, ZaraLena pensou em parar de postar fotos de si mesma. Mas acabou persistindo e falando a seus seguidores sobre o tema

“É como perder sua identidade. Você se olha no espelho e vê uma pessoa diferente.”

Como estrela de reality show e designer de moda, a britânica ZaraLena Jackson, 24, está acostumada a compartilhar sua vida com milhares de seguidores nas redes sociais.

Quando seu cabelo começou a cair, cerca de seis semanas atrás, ela precisou tomar uma decisão: mostrar ou não os efeitos disso sobre sua aparência?

“No começo, eu pensei em abandonar as redes sociais”, ela diz à Radio 1 Newsbeat, da BBC. “Não ia aguentar a pressão.”

Mas ela resistiu à ideia e, em vez de ficar offline, começou a contar a seus seguidores a respeito dos tufos de cabelo que estavam caindo durante o banho — a ponto de, algumas semanas depois, ela estar com quase sem nenhum cabelo ou pelo no corpo.

“É estranho o quão libertador é compartilhar minha jornada”, ela postou em agosto.

Não foi uma decisão fácil, uma vez que “minha plataforma é baseada em um estilo de vida no qual eu tenho tudo — visual bonito e as melhores extensões de cabelo”, ela conta à BBC.

ZaraLena tem alopecia, uma inflamação que causa a queda de cabelo e que costuma ser desencadeada por estresse, trauma ou por outras doenças no corpo. Existem diversos tipos de alopecia e, em geral, o cabelo costuma crescer novamente.

O quadro não é contagioso e, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, situações parecidas à de ZaraLena — em que todos os pelos do corpo se vão — são uma minoria de 5% do total de casos.

Quando a influenciadora começou a falar sobre o assunto, diz que recebeu um retorno “incrível” de seus seguidores.

“Foi uma loucura a quantidade de mensagens que recebi de meninas dizendo que haviam perdido o cabelo por causa da alopecia ou da quimioterapia”, conta.

ZaraLena não sabe ainda o que causou sua alopecia, e está realizando exames médicos para investigar a doença.

Suas sobrancelhas e cílios estão “começando a cair” também, embora alguns ainda permaneçam.

Com tudo isso, ela decidiu raspar completamente a cabeça, embora a aparência destoasse do visual tradicional de influenciadoras digitais.

“A vida não é perfeita, mas consigo aceitá-la”, diz.

As circunstâncias a fazem pedir para que mais influenciadoras sejam mais honestas a respeito das dificuldades que enfrentam no dia a dia.

“Isto é real, isto é o que muitas garotas enfrentam”, afirma. No entanto, “quando elas acessam o Instagram, acabam vendo pessoas com vidas perfeitas, cabelos perfeitos”.

O que não significa que a alopecia não tenha tido um impacto em sua própria autoestima. A primeira preocupação foi se o seu namorado continuaria achando-a bonita.

“Não estava preocupada com ninguém a não ser ele. O cabelo é um traço tão feminino, e não sabia se ele continuaria a gostar de mim.” Mas ele tem sido “incrível”, diz.

“Ele me chama de ‘meu pequeno kiwi’, porque minha cabeça é macia.”

Alguns dias, porém, são mais difíceis do que outros, e ZaraLena às vezes tem dificuldade para encontrar ânimo para se levantar da cama de manhã.

“Mas estou cercada das melhores pessoas e tentando manter uma atitude positiva. Não quero que as pessoas olhem para mim e sintam pena. Estou careca, e careca é lindo. A vida é curta demais para se preocupar com o meu cabelo.”

Essa é uma reportagem do G1, disponível na íntegra em https://g1.globo.com/bemestar/viva-voce/noticia/2020/09/22/alopecia-mostrar-minha-careca-nas-redes-e-libertador-diz-influenciadora.ghtml

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

error: Content is protected !!